Av. Marginal Leste, 3600
Balneário Camboriú, SC
47 3363-0631

3 formas de aplicar as metodologias ativas em suas aulas

3 formas de aplicar as metodologias ativas em suas aulas

Sabemos que o ato de ensinar passou por muitas mudanças ao longo da História. Antes o ensino era muito passivo, mas isso já não funciona tão bem na atualidade. Com as metodologias ativas o ensino evoluiu e se aprimorou.

As novas tecnologias fizeram uma profunda mudança no mundo e principalmente na forma como interagimos com ele. Por isso, é muito importante que nós, enquanto educadores, estejamos sempre em busca de aperfeiçoamento.

Para lhe ajudar nessa missão, montamos esse post especial explicando um pouco mais sobre as metodologias ativas e 3 formas práticas de aplicá-las em aula. Vamos nessa?

Antes de tudo, entenda melhor o que são as metodologias ativas

O modelo mais tradicional de ensino é aquele em que o aluno simplesmente acompanha o conhecimento que o professor está transmitindo. As aulas costumam ser expositivas e as avaliações acontecem através de provas e trabalhos.

Esse é a metodologia passiva, onde o professor é o protagonista no aprendizado. Já na metodologia ativa, os papéis são invertidos e o aluno passa a ser o protagonista do ensino. Aqui o objetivo principal não é o aluno tirar nota alta, é ensiná-lo a aprender.

Em 1996 a Lei de Diretrizes e Base da Educação Nacional determinou que a avaliação deveria ser um processo contínuo e cumulativo. Com isso o aspecto qualitativo do ensino prevaleceu sobre o quantitativo.

Por isso, as metodologias ativas são cada vez mais importantes de serem inseridas em sala de aula. Além disso, um estudo na área da Educação mostrou que só 10% dos alunos aprendem lendo, mas que 95% assimilam melhor o conhecimento ensinando, 80% praticando e 70% discutindo com outras pessoas.

Ou seja, as formas mais eficientes de ensino estão na metodologia ativa. Para que você possa começar a usar esse método nas suas aulas, vamos sugerir 3 formas práticas de aplicação.

Empodere o aluno em sala de aula

Não queremos dizer com isso que você deve deixar o aluno fazer o que quiser na sala de aula. Quando falamos em empoderar o aluno é, de fato, torná-lo o protagonista do ensino e mostrar para ele a responsabilidade que tem sobre o próprio aprendizado.

Para isso, você precisa dar voz a ele. A melhor maneira de fazer isso é promover debates em sala de aula de tempos em tempos – uma vez por mês, por exemplo. Busque dentro dos assuntos da atualidade o que mais tem afinidade com a matéria que você leciona.

Você pode escolher alguns temas e deixar que os próprios alunos escolham qual gostariam de discutir. Os debates devem sempre acontecer com as cadeiras em distribuição circular e vá fazendo perguntas que estimule a discussão.

Para ajudar a avaliar os alunos mais introspectivos, peça sempre um relatório no final do debate sobre as percepções que tiveram e se chegaram a alguma conclusão sobre o tema.

Use a sala de aula invertida

Esse é um método que propõe a inversão completa da sala de aula tradicional como conhecemos. A ideia é que o espaço e tempo com o professor seja mais otimizado e bem aproveitado.

As aulas se tornam menos expositivas e mais interativas. Mas como? Nessa metodologia quando um conteúdo completamente novo surge, ele é transmitido previamente para o aluno através de textos, videoaulas e alguns exercícios resolvidos para exemplificar.

Quando o aluno chega em sala, o professor torna-se um tutor, guiando-o entre as suas dúvidas e dificuldades. A leitura prévia do assunto estimula o raciocínio prévio. Um estudo da Universidade da British Columbia, mostrou que é possível aplicar o método em todas as disciplinas.

Para que esse método seja aplicado com eficácia, é preciso capacitar o educador e fazê-lo repensar toda a dinâmica de ensino. Os cursos de Pós-Graduação já estão voltados para preparar o professor para essas novas metodologias ativas, mas se quiser se aprofundar sobre o assunto, leia mais aqui.

Use jogos a seu favor

A gamificação da Educação é uma realidade. Os jogos educativos existem há décadas, mas com a evolução dos consoles e games, os jogos conquistam crianças e adolescentes mais e mais a cada dia.

Existe uma infinidade de jogos educativos de todos os tipos. Desde os mais simples até os que usam de tecnologias mais avançadas. Você pode fazer uma busca online para descobrir o que melhor se adequa ao perfil da sua classe e ao seu objetivo.

Se você ficou interessado em saber mais sobre metodologias ativas e Pedagogia, não deixe de nos seguir no Facebook e Linkedin para receber mais conteúdos como esse.

Share

Deixe uma resposta