Há alguns anos observamos um grande aumento nos cursos ministrados a distância por centros universitários de todo o país. Essa tendência já é uma realidade e, hoje, temos milhares de alunos formados e inseridos em suas profissões. Porém, mesmo com dados como esse, ainda fica a dúvida sobre como é visto o EaD no mercado de trabalho. 

De acordo com um estudo realizado pela Abmes (Associação Brasileira Mantenedora de Ensino Superior), até o ano de 2023, mais alunos vão se matricular em cursos na modalidade a distância do que nos tradicionais presenciais. Mas o que será que isso significa?

O diploma EaD

A primeira coisa que precisamos ter em mente na hora de pensar sobre EaD no mercado de trabalho é o fato de que, para ser autorizado a funcionar, o curso em questão passa por um rigoroso controle de qualidade do MEC, o Ministério da Educação.

Isso significa que eles são avaliados da mesma maneira que os cursos presenciais em matéria de corpo docente, matriz curricular, recursos didáticos e até mesmo infraestrutura. 

Esse tipo de avaliação é o que garante que haverá o cumprimento de toda a legislação educacional vigente no Brasil atualmente. 

Vale lembrar que o diploma de quem se forma em um curso presencial e o de quem se forma em um EaD tem a mesma validade e não tem nenhum tipo de discriminação em relação aos dois documentos, isso sem contar todas as outras vantagens da modalidade a distância

EaD no mercado de trabalho

Depois de compreender que, essencialmente, ambos os cursos oferecem a mesma qualidade de educação, fica mais fácil entender como esse tipo de aluno acaba inserido em sua vida profissional.

Quando pensamos em EaD no mercado de trabalho, muitas pessoas ainda torcem o nariz, mas é preciso desconstruir esse tipo de pensamento.

No início, havia uma pequena dose de desconfiança, principalmente em relação à algumas áreas específicas, como a da saúde. Porém, com o passar do tempo e da inserção dos primeiros alunos no mercado, essa opinião mudou. Foi possível compreender que esse novo tipo de metodologia de ensino funciona tão bem quanto o presencial.

Gostou de aprender mais sobre como é o EaD no mercado de trabalho? Para mais artigos sobre o tema, basta continuar acompanhando o blog da UniAvan!