Feira de Matemática movimenta o Colégio Avantis

/, Notícias/Feira de Matemática movimenta o Colégio Avantis

Feira de Matemática movimenta o Colégio Avantis

2018-09-05T21:46:40+00:00

Demonstrar a Matemática aplicada no cotidiano foi o desafio proposto na Feira de Matemática do Colégio Avantis. Ao todo, os alunos do Ensino Médio apresentaram 23 trabalhos, que foram desenvolvidos durante o último trimestre e contemplaram temas como a Matemática existente na música, no ballet, no futebol, na Arquitetura, na comprovação de teorias físicas, na moda, na alimentação, na tecnologia, na Astronomia, dentre outros ramos.

 

Segundo a professora da disciplina, Debora Regina Ferreira, a feira buscou aliar vivências e experiências, com o objetivo estimular o processo cognitivo, a criatividade, o espirito construtivo e a capacidade do trabalho em equipe dos alunos. “Buscamos contextualizar os conhecimentos adquiridos em atividades lúdicas que pudessem avaliar o nível de aprendizagem dos estudantes, seus interesses e necessidades de aprimoramento, tornando desta forma mais eficaz e interessante o processo de ensino-aprendizagem”, afirma Débora, pontuando que a feira ainda demonstrou o quanto a Matemática é importante para a vida humana, seu desenvolvimento, sua tecnologia e sua evolução.

 

 

Os melhores trabalhos também foram premiados. O prêmio de primeiro lugar foi para os alunos: Lucas Otto Braatz, Marcos Vinícius Orlandi Campos, Monique Bittencourt Claudino e Thais Da Costa Fulber, que demonstraram a Matemática utilizada na tecnologia, desenvolvendo seu próprio game. Eles apresentaram a utilização da Matemática na sua programação ao criar um jogo voltado ao aprendizado da Matemática com desafios, abordando temas do ensino fundamental e médio.

Com o segundo lugar ficou o projeto elaborado pelos alunos Camila Moura Prauze, Carolini Caregnato, Joao Miguel Telles Filho e Uriel Woloszyn, que demonstraram a utilização da Matemática em prol da humanidade, especificamente ao cálculo de rampas, garantindo direitos fundamentais como a Acessibilidade, sendo a matemática (em seus diferentes ramos), empregada para adaptar, melhorar ou alterar o meio e, nesse sentido, fundamental para o processo de inclusão social.

 

Já quem conquistou o 3º lugar foi a estudante Isadora Serafini Berlim, que abordou o Ballet Triádico, cujos movimentos, coreografia, figurino, música e outros componentes são totalmente construídos com base em elementos matemáticos.