Semana de Iniciação Científica tem nova data e contará com Noite Cultural

/, Notícias/Semana de Iniciação Científica tem nova data e contará com Noite Cultural

Semana de Iniciação Científica tem nova data e contará com Noite Cultural

2018-09-26T19:01:47+00:00

A 6ª Semana de Iniciação Científica (SIC) teve sua data alterada e será realizada entre os dias 16 e 19 de outubro, tendo como tema “Educação para a paz e excelência educativa”. Outra novidade será a Noite Cultural, agendada para o dia 19 (sexta-feira),  às 19h30, no auditório. O evento contará com a participação de alunos e serão concedidas até 50 horas de atividades complementares aos participantes da melhor apresentação.

As inscrições para a Noite Cultural seguem até o dia 1º de outubro, especificamente na sala 1208, situada no segundo piso do Bloco 1, das 14h às 22h. Podem participar estudantes de todos os cursos de graduação e do Colégio Avantis. As apresentações, exclusivamente musicais, podem ser individuais ou coletivas e devem ter até cinco minutos de duração. Segundo o regulamento, caso haja mais de 10 inscrições, a Comissão Científica da SIC poderá realizar uma seletiva.

Quem realizar a melhor apresentação será premiado com 50 horas de atividades complementares. Já o segundo e terceiro lugar receberão 30 e 20 horas complementares, respectivamente.

O regulamento completo, com todas as informações da Noite Cultural, pode ser acessado CLICANDO AQUI!

A SIC:

Os trabalhos inscritos para a 6ª SIC já estão sendo avaliados pela Comissão Científica da Semana e, no dia 05 de outubro, será publicado no site da Avantis os aprovados, que serão apresentados em formato de banner e irão concorrer às premiações de R$500,00 R$300,00 ou R$ 200,00, além de garantirem 20 horas complementares.

De acordo com o Núcleo de Apoio Técnico Pedagógico (NATEP), responsável por organizar a SIC, a educação pela paz é, atualmente, um dos maiores desafios do sistema educacional, implicando, pela Instituição como um todo, num contínuo cuidado e trabalho com o aluno durante o seu acesso e a sua permanência no ensino superior. Segundo o Núcleo, trabalhar a inclusão para facilitar o acesso ao ensino superior deve ser pensado de forma ampla, levando em conta, inclusive, padrões econômicos e necessidades especiais.