A qualidade no ensino superior no Brasil, passou a ser preocupação do MEC, exigindo das Instituições de Ensino Superior, compromissos a serem assumidos pelas IES, zelando pela oferta de educação com qualidade, de forma a refletir positivamente sobre a transformação da sociedade, gerando progresso e desenvolvimento em sua região de inserção.

Decorrente disso, a instituição da Lei nº 10.861 de 14 de abril de 2004, o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), vem responsabilizar-se para garantir a qualidade da educação superior.

As características fundamentais da proposta do SINAES são: a avaliação institucional como centro do processo avaliativo; a integração de diversos instrumentos com base em uma concepção global e o respeito à identidade e à diversidade institucionais.

A avaliação institucional se caracterizou, a partir de 2004, como centro do processo avaliativo, adotando indicadores que norteiam os processos de avaliação que envolvem a comunidade interna da IES.

Considerada instrumento de gestão, a autoavaliação vem se consolidando na cultura institucional, sendo a CPA do Centro Universitário Avantis responsável pela condução dos processos de avaliação interna da instituição, de sistematização e de prestação das informações solicitadas pelo MEC – INEP, tendo por referência as diretrizes mencionadas na Lei Nº 10.861/2004.

Em relação as avaliações externas, os relatórios e demais documentos produzidos pela CPA subsidiaram o credenciamento do Centro Universitário Avantis – UniAvan, por transformação da Faculdade Avantis (Portaria Nº 1.385/2018 de 19 de dezembro de 2018), bem como a autorização, o reconhecimento e renovação de reconhecimento dos cursos de graduação oferecidos na IES.

As atribuições da CPA, guiadas por regulamento próprio, envolvem o processo de elaboração, implementação, aplicação e monitoramento do processo de autoavaliação institucional na IES, identificando avanços (potencialidades) e desafios (fragilidades) utilizados no Plano de Gestão de Melhoria Contínua da IES, constando das ferramentas de gestão: Plano de Ação 5W1H e o Ciclo PDCA – que facilitam a divisão de tarefas, a criação de projetos e de planos de ação correspondentes.

Os resultados decorrentes do processo de avaliação são informações concretas, configurando-se como ponto de partida para as tomadas de decisões e correções dos processos institucionais, voltados a qualidade do crescimento institucional.

Responsável

CRISTINA KUROSKI
CRISTINA KUROSKICOORDENADORA DA CPA
cristina.kuroski@gmail.com