MELHORIAS DAS CONDIÇÕES/QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO

Nessa seção apresentamos um resumo das diversas ações promovidas pelo Centro Universitário Avantis- Uniavan com vistas a cumprir com o seu compromisso de investir na melhoria das condições e qualidade de vida da população regional. Aqui reunimos e explicamos como funcionam os Programas e Projetos desenvolvidos no período entre 2015 e 2019, em Quadros, apresentamos o número de pessoas atingidas pelas ações, bem como, nos casos em que se aplica, os valores investidos pela IES.

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL

Na atualidade muitas crianças e adultos estão em situação de risco quanto a sua condição de composição corporal. Segundo dados da OMS (2013) em torno de 40% das crianças brasileiras encontram-se diagnosticadas com sobrepeso e obesidade. O Ministério da Saúde apresentou pesquisa que revela que praticamente metade da população brasileira de adultos está acima do peso, em 2006 eram 42,7% da população que estava acima do peso, mas em 2011, esse número aumentou para 48,5%.

Referido projeto tem como objetivo verificar a composição corporal dos alunos da Rede Municipal de Ensino de Balneário Camboriú atuando de forma preventiva no combate às doenças relacionadas à obesidade bem como na promoção da qualidade de vida.

Convém enfatizar que a avaliação é uma importante ferramenta para traçar estratégias e projetos de saúde alimentar, permitindo que o município planeje um cardápio cada vez mais específico, de acordo com a necessidade nutricional dos nossos estudantes. Além disso, a ação permite um mapeamento de quais locais estão mais necessitados, permitindo o planejamento de ações interdisciplinares de educação alimentar.

BRASIL UNIAVAN

A prática de atividades físicas e esportes é fundamental tanto para uma vida saudável quanto para a educação. Muitas crianças e jovens que vivem em cidades urbanizadas como Balneário Camboriú estão expostas a riscos sociais, em todos os períodos e fases. A atividade física se faz importante, pois influencia em uma fase adulta ou até mesmo uma velhice saudável. Neste sentido, é um importante meio de complementar a educação e evitar riscos (ABRAMOVAY, CASTRO, PINHEIRO, LIMA, MARTINELLI, 2002).

O esporte possibilita à criança e ao jovem o estabelecimento de conceitos e valores que podem contribuir para a formação de um cidadão ético e responsável socialmente. Com isto em voga, o Uniavan acredita que conceitos como liderança, cooperação, solidariedade, trabalho em equipe e qualidade de vida, podem ser trabalhados no ambiente educativo proporcionado pelo esporte.

O projeto BRASIL UNIAVAN tem como objetivo proporcionar um processo de inclusão social para crianças e adolescentes carentes, ou que vivem em situação de risco social, entre 6 e 14 anos, por meio de atividades esportivas e educativas.

Dentro desse programa buscamos suprir a carência de atividades físicas funcionando em contra turno escolar nas modalidades esportivas de Handebol, Voleibol, Futsal, lutas esportivas entre outros, visando atender crianças e adolescentes, de ambos os sexos, carentes, ou, em situação de risco social.

HORTA VERTICAL EM PEQUENOS ESPAÇOS

Um estudo feito pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) de Balneário Camboriú aponta que a cidade apresenta a segunda maior verticalização do Brasil, com 57% dos domicílios ocupados sendo verticais, somando quase 7 milhões de metros quadrados autorizados para obras em uma cidade de 120 mil habitantes com pouco mais de 46 km².

O Projeto ‘Horta vertical em pequenos espaços’, desenvolvido pelo Centro Universitário Avantis-Uniavan, visa conscientizar e capacitar os colaboradores e acadêmicos quanto à importância da educação alimentar e a preservação ambiental, utilizando material reciclável e repensando a utilização sustentável de pequenos espaços. Na prática, são passadas instruções sobre confecção de canteiros, sementeiras, sistema de verticalização dos canteiros, seleção e germinação de sementes, irrigação e cuidados com a água, utilização e manuseio de compostagem, controle de pragas, plantio, cuidados diversos.

Diante da preocupação cada vez mais crescente em cuidar do meio ambiente e buscar com o colaboradores do Centro Universitário Avantis- Uniavan formas cada vez mais simples e eficazes de transformar pequenas ações responsáveis em resultados saudáveis e criativos, bem como a reflexão da importância de cada cidadão no processo de busca de um mundo mais harmônico, sustentável e voltado para a responsabilidade que cada um de nós têm em desenvolver o seu papel de indivíduo consciente e ativo, nos levou a pensar em desenvolver o projeto de hortas verticais em pequenos espaços, já bastante conhecido por serem aplicados em várias escolas da rede pública na cidade, transformando pequenos espaços em hortas capazes de produzir alimentos para distribuição e consumo.

PROJETO PREVENIR

O Projeto Prevenir é desenvolvido desde 2013 pelo Centro Universitário Avantis- Uniavan com o objetivo de realizar atividades de prevenção e promoção em saúde vinculadas às DST/HIV/AIDS com acadêmicos, colaboradores e comunidade. As Ações do projeto Prevenir são realizadas em praças públicas, em festas e eventos organizados pelo município, eventos internos organizados pelo Uniavan, instituições e comunidade, minimizando preconceitos e desmistificando informações equivocadas da população em relação às doenças sexualmente transmissíveis.

DIA DA RESPONSABILIDADE SOCIAL

O Dia da Responsabilidade Social reúne diversos serviços gratuitos para toda a comunidade tendo como principais atividades que acontecem neste dia: Assessoria Contábil, Jurídica, Psicológica; Orientação odontológica, de carreira e Nutricional; recreação; jogos de computador; distribuição de Roupas; corte de cabelo; prevenção a AIDS e outras DST’s.

VIVA UNIAVAN

O Plano Nacional da Educação traz como meta ampliar o acesso ao ensino superior da população entre 18 e 24 anos em 50%. Para alcançar esse objetivo é necessário que os alunos do Ensino Médio estejam motivados e preparados para encarar uma nova etapa da vida, a graduação. As aulas ofertadas pelo Centro Universitário através do projeto Viva Uniavan, tem como premissa orientar sobre a planejamento financeiro para o ensino superior privado.

A proposta consiste na oferta de aulas gratuitas preparatórias para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), e tem como público-alvo os acadêmicos do terceiro ano do Ensino Médio da rede pública de ensino. Percebe-se que este projeto contribui para a formação básica dos alunos ampliando as chances de acesso ao ensino superior.

NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS

O Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) do Uniavan é coordenado pelo curso de Direito e tem como objetivo atender a comunidade de forma gratuita e oferecer ao acadêmico, sob a orientação de professores, uma experiência prática da atuação profissional.

Indo ao encontro com os critérios de concessão da justiça gratuita, alguns critérios têm que ser observados para a pessoa ser atendida pelo NPJ: remuneração familiar de no máximo três salários mínimos; não possuir imóvel ou caso possua o valor do imóvel não poderá ultrapassar R$ 200 mil; não possuir automóvel ou caso possua o valor deverá ser equivalente a um automóvel popular; ser residente nas cidades em Balneário Camboriú, Camboriú ou Itapema.

A prática jurídica é efetivada por meio de reuniões realizadas mediante formulação de peças processuais e extraprocessuais a partir de estudos de casos concretos ou fictícios propostos pelos professores orientadores.

CLÍNICA ODONTOLÓGICA UNIAVAN

Em agosto de 2015 a IES passou a ofertar atendimento odontológico gratuito para a comunidade. São oferecidos tratamentos em diversas especialidades, como: prótese total, prótese parcial removível, cirurgia, implante dental, periodontia, endodontia e odontopediatria.

A Clínica Odontológica surge com o propósito de suprir a carência da comunidade no acesso à saúde bucal, realizando ações destinadas à identificação, prevenção e soluções dos principais problemas odontológicos e, ao mesmo tempo, proporcionar aos acadêmicos a prática da profissão.

Para melhor atender a população, as consultas de triagem podem ser agendas por e-mail ou telefone, sendo os que as consultas são realizadas no período noturno pelos acadêmicos com supervisão de professores/orientadores.

NÚCLEO DE PRÁTICAS PSICOLÓGICAS

Inaugurado em 2013, o Núcleo de Práticas em Psicologia (NPP) foi desenvolvido com o objetivo de propiciar aos alunos da graduação em Psicologia a prática necessária à sua formação profissional de maneira que, através do atendimento à comunidade, possam adquirir e aperfeiçoar formas de atuação profissional nos campos da Psicologia.

O NPP tem como objetivos prestar atendimento psicológico à comunidade da cidade de Balneário Camboriú e região, tanto do ponto de vista de intervenções clínicas, quanto de promoção da qualidade de vida nas mais diversas áreas. As consultas são realizadas pelos acadêmicos a partir da 8ª fase do curso, sendo os atendimentos supervisionados por seus orientadores devidamente credenciados pelo Conselho Regional de Psicologia.

FISIOCOR

O Fisiocor é um projeto de extensão desenvolvido pelo curso de Fisioterapia, voltado aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) para prevenção e reabilitação de doenças cardiovasculares e metabólicas.

Os atendimentos são realizados duas vezes por semana no período da manhã. Os bolsistas do projeto e voluntários, supervisionados por professores, auxiliam nas atividades do programa, desenvolvidas na clínica de fisioterapia. O Fisiocor também trabalha com um método que utiliza jogos como auxiliar em práticas de reabilitação, chamada de gameterapia.

JOVENS PROMESSAS DA GINÁSTICA

O Projeto Jovens Promessas da Ginástica está sendo realizado pelo Centro Universitário Avantis- Uniavan em parceria com a Caixa Econômica Federal, desde 2013. Visa alcançar crianças entre 5 e 9 anos de idade, nos turnos matutino ou vespertino. Temos como objetivo desenvolver a Ginastica Artística e a Ginástica Rítmica na cidade de Balneário Camboriú, através de aulas práticas no ginásio do Centro Universitário Avantis- Uniavan, proporcionar condições básicas necessárias ao trabalho de iniciação de base com aparelhos apropriados à faixa etária entre 5 a 9 anos de idade proposta para o projeto.

GRUPO DE APOIO ÀS MULHERES

O Grupo de Mulheres é um Projeto Coordenado e realizado pelo Centro Universitário Avantis- Uniavan em parceria com o CRAS do Bairro das Nações, por meio de seus Alunos estagiários e professores, que busca conferir alívio de angústias e sofrimentos para mulheres entre 25 e 50 anos, encaminhadas pelo Núcleo de Atendimento Psicológico do Centro Universitário Avantis- Uniavan.

Tem como objetivo explorar questões de âmbito psicológico, tais como autoestima, autoimagem corporal, relações familiares, sociais e laborais, sentimentos de frustrações, escolhas, revisões do passado e planejamento para o futuro, dentre outras questões assim demandadas pelas participantes.
Durante os encontros são desenvolvidas atividades que requerem a participação das integrantes, como escritas, desenhos, símbolos, colagens. Ao final de cada encontro, as participantes fazem um registro da impressão dos temas desenvolvidos.

AVALIAÇÃO DAS APTIDÕES FÍSICAS E PSCICOLÓGICAS DE PMs DA REGIÃO

Os acadêmicos do curso de Educação Física do Uniavan realizam avaliações físicas em mais de 700 Policiais Militares – PMs de Balneário Camboriú e outros 10 municípios da região. As avaliações também são complementadas com diagnósticos psicológicos, feitos pela equipe de Psicologia do 12º Batalhão da Polícia Militar de Santa Catarina em parceria com o curso de Psicologia da Faculdade.

O objetivo do referido projeto é verificar como estão as aptidões dos policiais que atuam na região e, posteriormente, conforme os resultados, partir para ações de monitoria entre os estudantes e os PMs, em um projeto ainda a ser desenvolvido.

FESTIVAL DE HANDEBOL PARA CRIANÇAS CARENTES DA REGIÃO

Mais de 90 crianças e adolescentes carentes de Camboriú e Itapema participaram da 2ª edição do Festival de Handebol e Mini-Handebol, que aconteceu no dia de 13 de agosto de 2016, no Ginásio Municipal de Itapema. O evento integra o Projeto Brasil Uniavan, que busca oferecer esporte e qualidade de vida para a garotada da região.

O Festival Esportivo tem o intuito de fazer os alunos vivenciarem na prática os exercícios aprendidos durante as aulas e a partir de setembro deverá acontecer todo final de semana. “Através do evento, eles puderam vivenciar as regras e tudo o que ensinamos para eles na teoria. Isso também favorece a interação entre pais, professores e alunos, além de difundir o esporte”, diz o professor Anderson da Silva.

Campanha de doação de sangue

O Centro Universitário Avantis- Uniavan também selou uma parceria com o Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc) para uma campanha de doação de sangue, realizada anualmente. A iniciativa, organizada pelo Diretório Central Estudantil (DCE), envolve alunos e colaboradores da instituição.

No dia da ação, o ônibus do Hemosc estaciona na sede da Faculdade, disponibilizando 80 senhas aos interessados. A equipe de profissionais é composta por um médico, uma enfermeira, três técnicos em enfermagem, uma assistente social e um técnico administrativo.

AÇÕES ESPORÁDICAS

Além de todos os programas supracitados o Centro Universitário Avantis- Uniavan constantemente realiza e/ou apoia campanhas locais e estaduais para arrecadação de brinquedos, roupas, alimentos não perecíveis, entre outras questões.

Exemplificando essa política a Figura que segue, de 2015, mostra o resultado parcial da campanha promovida pela IES que junto à sua comunidade acadêmica coletou muitos donativos que foram enviados às vítimas da tragédia sofrida pela comunidade de Xanxerê (SC).

Não há registro na IES do número de campanhas promovidas e nem dos resultados de cada uma.

AÇÃO SOCIAL “FAÇA UMA PESSOA MAIS FELIZ!”

Também semestralmente vários professores, de cursos distintos, realizam atividades de ação social com os acadêmicos em Instituições filantrópicas da região, buscando com isso inseri-los e sensibiliza-los sobre as mazelas que assolam os grupos mais vulneráveis da sociedade. A seguir reunimos alguns exemplos dessas ações realizadas.

Depois de 30 dias de trabalho realizando a arrecadação de brinquedos, tapetes pedagógicos e demais itens de utilidade, o grupo de acadêmicas do primeiro semestre do curso de Administração do Centro Universitário Avantis- Uniavan de Balneário Camboriú, formado pelas estudantes Angélica Souza, Maritza Koprowski e Sarita Mendes, comemora o resultado da campanha para montar uma brinquedoteca no Centro de Educação Infantil (CEI) Julita Pereira, no bairro Tabuleiro em Camboriú , que contou como atividade extraclasse do curso.

Nesse período, o trio conseguiu, por intermédio de amigos e colaboradores, acumular mais de 300 itens, entre eles bichinhos de pelúcia, bonecas, carrinhos, brinquedos pedagógicos e livros. Com isso, o novo espaço já começa a funcionar no CEI, e realiza a alegria de crianças de idades entre seis meses e seis anos. Os brinquedos e demais arrecadações foram entregues na última segunda-feira (2), e durante o ato, as acadêmicas promoveram uma manhã interativa com as crianças, levando aos pequeninos algumas brincadeiras e muita diversão, com direito de conversarem com o grupo, que foi fantasiado de abelhinha, bruxinha e Mulher Maravilha, para tornar a entrega dos itens ainda mais divertida.

Para Maritza, que integrou o trio denominado “Amigas do Coração”, sem a ajuda das pessoas o projeto seria bem mais difícil. “Gostaríamos de agradecer a todos que de alguma forma contribuíram para que nosso trabalho pudesse ser realizado, aos que doaram brinquedos e tempo para fazer com que essas crianças tivessem um dia diferente e mais alegre”.

Outro exemplo foi o projeto desenvolvido em uma instituição filantrópica, a equipe formada pelos acadêmicos Ângela Michel, Nicole Garcia, Carla Reeggiori, Bruna Fidelis, Cesar de Alencar Silva e Vinicius Buhler, escolheram o Abrigo Lar da Criança Feliz, de Itajaí, que atende crianças de 0 a 17 anos.

PROJETOS/AÇÕES DE INOVAÇÃO SOCIAL

O Centro Universitário Avantis- Uniavan teve dois projetos aprovados pelo CNPq na área de Tecnologias Assistivas. Um com início em 2014, concluído em 2015 e outro com início no final de 2016, ainda em andamento.

O primeiro projeto, foi submetido para o CNPq no Edital 084/2013, por meio do qual foi desenvolvida uma suíte de jogos para dispositivos móveis para auxiliar o letramento de crianças surdas. A suíte foi desenvolvida por alunos aqui do Uniavan, da Univali e do Instituto Técnico Federal do município vizinho de Camboriú, todos com bolsas pagas pelo CNPq, trabalhando no Núcleo de Educação a Distância do Centro Universitário Avantis- Uniavan. Os jogos foram testados no CEMESPI em Itajaí.

O outro projeto que está em andamento agora, foi submetido no edital TA 2016 e segue a mesma linha, porém estamos ampliando essa suíte de auxílio ao letramento para outras plataformas, criando jogos em realidade virtual, jogos para videogame, computador e etc., usando outras tecnologias.

Fora isso, estão em fase de desenvolvimento outros projetos, mas nenhum em andamento ainda, sendo que um deles está em análise na FAPESC e outros prontos para submissão, só aguardando um edital para captar fomento para que consigamos executar. São projetos para reabilitação motora de pacientes com AVC, para tratamento de hipertensão em idosos, obesidade em crianças, dentre outros, sempre seguindo a linha da utilização de jogos como intermediador dos tratamentos.

A seguir especificamos a Suíte Cauê que agrega jogos para o letramento de crianças surdas.

A Suíte Cauê consiste em um conjunto de jogos multiplataforma para dispositivos móveis focados especificamente em tablets, que foram desenvolvidos com a finalidade de auxiliar crianças surdas em seu processo de letramento. As ideias para os jogos surgiram após o acompanhamento de algumas aulas no CEMESPI, onde foram observados os métodos utilizados para o letramento de seus alunos surdos e quais eram os principais jogos utilizados no dia-a-dia.

O CEMESPI é uma instituição de ensino que atende alunos com necessidades especiais da rede municipal da cidade de Itajaí/SC no horário contra turno. A instituição conta com profissionais das áreas de Fonoaudiologia, Psicologia, intérpretes bilíngues e instrutores de LIBRAS. Os testes dos jogos, que serão detalhados posteriormente, foram realizados com os alunos surdos do CEMESPI, acompanhados por seus professores e instrutores de LIBRAS, assim como da equipe de pesquisa e desenvolvimento da Suíte.

Dentre os jogos que compõem a Suíte Cauê, o Jogo das Cartas e o Jogo do Quiz já estão em fase final de desenvolvimento e já passaram por alguns testes, sendo que os resultados apresentados no presente trabalho são referentes a estes jogos. Além destes, o projeto conta com outros jogos que ainda estão em fase de modelagem e desenvolvimento.

Todos os jogos são desenvolvidos utilizando a engine Unity3D e serão disponibilizados para as plataformas Android, iOS e Windows Phone, visando atingir o maior número possível de dispositivos, crianças e escolas, uma vez que, dessa forma, o jogo tornar-se-á multiplataforma e não dependerá de um hardware e sistema operacional específico para sua execução. A linguagem de programação utilizada dentro da Unity3D para o desenvolvimento dos jogos foi o C#. Para a criação das artes conceituais e protótipos de telas foram usados o software Adobe Photoshop. Toda a parte web do jogo, para manipulação da base de conhecimento, foi desenvolvida utilizando HTML5, PHP e Javascript e está hospedada em um servidor próprio a partir do qual é possível atualizar online a base de imagens, por exemplo.

Na Figura abaixo é possível observar um aluno do CEMESPI testando o Jogo das Cartas. Neste jogo, o aluno deve identificar a imagem correspondente à palavra solicitada.

A suíte, como o próprio nome sugere, possui um personagem: Cauê. Ele foi idealizado para ser semelhante e inspirador para as crianças que utilizarão estes jogos. O personagem recebeu traços físicos e de personalidade de acordo com o seu público-alvo: ele tem a aparência de um adolescente, gosta de estar com outras pessoas, de desenhos, super-heróis e, principalmente, de jogos. Ele foi concebido como um aviador para aumentar sua identificação com seu público-alvo porque além dele possuir o espírito aventureiro e corajoso, sua vestimenta e seu chapéu de aviador, que cobre as orelhas, permitiria uma maior aceitação do personagem entre os surdos.

Selo Social: UniAvan é certificada com 22 projetos

A cerimônia de Certificação do Selo Social de Balneário Camboriú e Camboriú, promovida pelo Instituto Abaçaí, reconheceu em fevereiro deste ano empresas, entidades sociais e órgãos públicos com iniciativas que desenvolvem ações que impactam positivamente a sociedade. Como articuladora local do Selo Social, a UniAvan sediou encontros de orientação para estruturação dos projetos e, além disso, teve 22 dos seus projetos certificados.

Dia da Responsabilidade Social

A UniAvan promove anualmente o Dia da Responsabilidade Social, uma iniciativa multidisciplinar que reúne acadêmicos, professores e colaboradores para uma ação de cunho social. No ano de 2018 os alunos da Escola Básica Municipal Abalor Américo Madeira, no bairro Conde Vila Verde, em Camboriú, vivenciaram uma tarde diferente no dia 21 de setembro. Cerca de 700 crianças da educação infantil ao 9º ano foram beneficiadas pela 7ª edição do Dia da Responsabilidade Social, ação promovida anualmente pela Faculdade Avantis, de Balneário Camboriú. A iniciativa também fez parte da Campanha da Responsabilidade Social do Ensino Superior Particular, promovida pela Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior (ABMES).

Dentre os serviços prestados estiveram orientações de saúde bucal e higienização, recreação, entrega de brindes e agendamentos de atendimentos odontológicos gratuitos. A Avantis também ficou responsável pelo lanche da tarde servido aos participantes. Já em 2017, os voluntários realizaram as atividades no projeto Cantinho da Alegria, em Itapema, que atende crianças e adolescentes em condição de vulnerabilidade social. Em 2016 o projeto foi realizado na Escola Básica Municipal Abalor Américo Madeira, em Camboriú, que contou com a participação de cerca de 1000 pessoas, dentre alunos, familiares e comunidade em geral.

Selo de IES Socialmente Responsável

A UniAvan recebeu o selo de IES Socialmente Responsável da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES). Ele foi concedido pelas ações sociais da UniAvan em 2017, dentre elas o Dia da Responsabilidade Social, missão Sorrir, ação de plantio de árvores e outros.

Coletores de medicamentos

A UniAvan disponibiliza coletores de medicamentos. Os medicamentos tem o descarte correto, conforme a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e suas embalagens recicladas sempre que possível. Os coletores estão disponíveis no Bloco 3 (Saúde).

Missão sorrir

Com o objetivo de humanizar a área da saúde e atender um público em vulnerabilidade social, o curso de Odontologia criou o projeto de extensão “Missão Sorrir”. A intenção é oferecer atendimento para ONGs, entidades filantrópicas, asilos, creches e orfanatos da região.

Guarda Roupa Solidário

Promover a empatia e solidariedade, estimular a cultura do desapego, conscientizar sobre a importância da doação e disseminar uma ideia de consumo consciente são alguns dos objetivos que nortearam a criação do Guarda-roupa Solidário, que disponibiliza espaços de trocas de roupas, livros e calçados em todos os blocos do Centro Universitário Avantis (UniAvan). Acadêmicos, professores, colaboradores e comunidade em geral podem retirar e deixar itens gratuitamente no local.

A iniciativa partiu do Núcleo de Apoio Técnico-pedagógico (Natep). “Estas proposições foram pensadas e analisadas devido ao número de alunos e colaboradores que possuem baixa renda, ou que vieram de outras cidades e ainda estão em processo de adaptação no município. Há aqueles ainda que se encontram desempregados, o aumento de acadêmicos imigrantes e refugiados que hoje fazem parte do corpo discente e que aguardam por oportunidades, além de outras situações” justifica o coordenador no Natep, André Gobbo.

Ainda de acordo com Gobbo, o projeto busca auxiliar na redução de descartes de produtos e objetos de boa qualidade, aumentar o acesso à cultura/leitura, estruturar uma política de arrecadação consciente e ainda contribuir para a redução da desigualdade social no meio acadêmico, facilitando o convívio com a diferença e a diversidade.

Como funciona:
Todos os itens devem ser pegos em formato de troca, ou seja, a cada peça, objeto ou livro retirados deve ser colocado a mesma quantia no lugar. “Caso a pessoa que retirar não tiver condições de colaborar com a troca, basta deixar um bilhete no local da retirada, de modo a demonstrar o apreço com o projeto da instituição”, afirma Gobbo.

CONFIRA O BALANÇO SOCIAL 2018 CLICANDO AQUI!