Selo Social: UniAvan é certificada com 22 projetos

A cerimônia de Certificação do Selo Social de Balneário Camboriú e Camboriú, promovida pelo Instituto Abaçaí, reconheceu em fevereiro deste ano empresas, entidades sociais e órgãos públicos com iniciativas que desenvolvem ações que impactam positivamente a sociedade. Como articuladora local do Selo Social, a UniAvan sediou encontros de orientação para estruturação dos projetos e, além disso, teve 22 dos seus projetos certificados.

Dia da Responsabilidade Social

A UniAvan promove anualmente o Dia da Responsabilidade Social, uma iniciativa multidisciplinar que reúne acadêmicos, professores e colaboradores para uma ação de cunho social. No ano de 2018 os alunos da Escola Básica Municipal Abalor Américo Madeira, no bairro Conde Vila Verde, em Camboriú, vivenciaram uma tarde diferente no dia 21 de setembro. Cerca de 700 crianças da educação infantil ao 9º ano foram beneficiadas pela 7ª edição do Dia da Responsabilidade Social, ação promovida anualmente pela Faculdade Avantis, de Balneário Camboriú. A iniciativa também fez parte da Campanha da Responsabilidade Social do Ensino Superior Particular, promovida pela Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior (ABMES).

Dentre os serviços prestados estiveram orientações de saúde bucal e higienização, recreação, entrega de brindes e agendamentos de atendimentos odontológicos gratuitos. A Avantis também ficou responsável pelo lanche da tarde servido aos participantes. Já em 2017, os voluntários realizaram as atividades no projeto Cantinho da Alegria, em Itapema, que atende crianças e adolescentes em condição de vulnerabilidade social. Em 2016 o projeto foi realizado na Escola Básica Municipal Abalor Américo Madeira, em Camboriú, que contou com a participação de cerca de 1000 pessoas, dentre alunos, familiares e comunidade em geral.

Selo de IES Socialmente Responsável

A UniAvan recebeu o selo de IES Socialmente Responsável da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES). Ele foi concedido pelas ações sociais da UniAvan em 2017, dentre elas o Dia da Responsabilidade Social, missão Sorrir, ação de plantio de árvores e outros.

Coletores de medicamentos

A UniAvan disponibiliza coletores de medicamentos. Os medicamentos tem o descarte correto, conforme a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e suas embalagens recicladas sempre que possível. Os coletores estão disponíveis no Bloco 3 (Saúde).

Missão sorrir

Com o objetivo de humanizar a área da saúde e atender um público em vulnerabilidade social, o curso de Odontologia criou o projeto de extensão “Missão Sorrir”. A intenção é oferecer atendimento para ONGs, entidades filantrópicas, asilos, creches e orfanatos da região.

Guarda Roupa Solidário

Promover a empatia e solidariedade, estimular a cultura do desapego, conscientizar sobre a importância da doação e disseminar uma ideia de consumo consciente são alguns dos objetivos que nortearam a criação do Guarda-roupa Solidário, que disponibiliza espaços de trocas de roupas, livros e calçados em todos os blocos do Centro Universitário Avantis (UniAvan). Acadêmicos, professores, colaboradores e comunidade em geral podem retirar e deixar itens gratuitamente no local.

A iniciativa partiu do Núcleo de Apoio Técnico-pedagógico (Natep). “Estas proposições foram pensadas e analisadas devido ao número de alunos e colaboradores que possuem baixa renda, ou que vieram de outras cidades e ainda estão em processo de adaptação no município. Há aqueles ainda que se encontram desempregados, o aumento de acadêmicos imigrantes e refugiados que hoje fazem parte do corpo discente e que aguardam por oportunidades, além de outras situações” justifica o coordenador no Natep, André Gobbo.

Ainda de acordo com Gobbo, o projeto busca auxiliar na redução de descartes de produtos e objetos de boa qualidade, aumentar o acesso à cultura/leitura, estruturar uma política de arrecadação consciente e ainda contribuir para a redução da desigualdade social no meio acadêmico, facilitando o convívio com a diferença e a diversidade.

Como funciona:
Todos os itens devem ser pegos em formato de troca, ou seja, a cada peça, objeto ou livro retirados deve ser colocado a mesma quantia no lugar. “Caso a pessoa que retirar não tiver condições de colaborar com a troca, basta deixar um bilhete no local da retirada, de modo a demonstrar o apreço com o projeto da instituição”, afirma Gobbo.